BLOG

16 de Agosto por Vitor Alves

Mercados públicos de Recife: uma mistura de sabores, cultura e história

Mercados públicos de Recife: uma mistura de sabores, cultura e história

Se você vai à capital pernambucana, não pode deixar de visitar os mercados de Recife e da região para experimentar o que há de melhor. Essa é uma boa pedida para conhecer mais a cidade dos altos coqueiros por meio do seu passado, artesanato e culinária. 

Com muita comida típica e história, os mercados públicos de Recife entram na lista dos viajantes como principais lugares para se visitar na região. E, para aproveitar tudo isso, não é necessário desembolsar nada! Interessante, não é mesmo? 

Que tal viajar para a cidade de Recife e voltar para casa com boas lembranças e gastando pouco? Vamos mostrar algumas dicas de 4 mercados públicos para você não deixar de ir.

Acompanhe a matéria!

reserva foco aluguel de carros

História de Recife: como surgiu a capital pernambucana?

historia de recife

Antes de falarmos sobre os mercados de Recife, precisamos conhecer um pouco sobre a história da capital.

Sua origem vem de pescadores que ocupavam a região em meados do século XVI. Na orla, existe uma imensa barreira rochosa, formando várias piscinas naturais. Estas barreiras são formadas por arenitos (arrecifes ou recifes de corais); a partir daí, veio o nome da cidade.

Desde então, a população local começou a se expandir, mas ainda sob dominação portuguesa. A data oficial de criação do município é 12 de março de 1709.

A cidade é conhecida no Brasil inteiro pelos centros artísticos, sendo um dos maiores de todo o país. Além disso, a capital é sede de muitos estudos importantes para a população, com centros universitários de destaque. 

É interessante destacar que não somente a capital Recife ganha destaque no estado de Pernambuco. A ilha de Fernando de Noronha, que faz parte da região, é conhecida mundialmente e um dos destinos mais visitados no Brasil. 

Quais os mercados de Recife mais conhecidos?

Agora que você já conhece um pouquinho da história da capital pernambucana, vamos ao que interessa: os mercados de Recife.

Existem muitos espaços públicos na região com feiras gastronômicas, artesanais e que até mesmo remontam a história da cidade. Se você quer visitar a região, não pode deixar de ir nesses mercados.

Separamos aqui os 4 principais mercados de Recife, gratuitos, para colocar na sua lista de visitação pela capital. Veja quais são:

1. Mercado São José

mercado são jose recife

Com uma arquitetura típica do século XIX e traços parisienses, o mercado de São José possui mais de 500 boxes, oferecendo uma grande diversidade de comercialização de artesanato em barro, corda e palha, além de variedades de pescado. 

Para pessoas que gostam de frutos do mar e querem levar para casa, o lugar oferece uma variedade imensa de camarões, peixes exóticos e até mesmo carne de tubarão.

O horário de funcionamento é de segunda a sábado, das 6 horas às 18 horas. Aos domingos, das 6 horas até meio-dia. Porém, é importante ficar atento com as normas sanitárias contra a Covid-19 e se o local está com alguma restrição. 

2. Mercado Boa Vista


Foto de: visit.recife.br

O Mercado da Boa Vista é também um dos mais antigos da cidade do Recife, erguido em meados de 1824. Com 63 boxes, seu ponto forte é a comercialização de legumes, verduras, frutas e cereais. 

Nele, encontramos também alguns bares que servem comidas típicas da região no café da manhã, almoço e jantar. Se você quer comer aquele prato delicioso, que reflete a cultura do estado, aproveite para passar um tempinho nesse mercado.

Ele fica aberto de segunda a sábado, das 6 horas às 18 horas. Aos domingos o funcionamento é diferente, das 6 horas às 15 horas. 

3. Mercado da Encruzilhada


Foto: revistaquitanda.com.br

Desde a década de 50, o Mercado da Encruzilhada é um forte local para debates políticos, com a presença de juízes, advogados, intelectuais e comunidade local. Ao lado, podem ser encontrados bares e restaurantes. 

Com uma divisão em alas norte e sul, o visitante poderá saborear comidas típicas e encontrar variedades de miudezas, com a comercialização do artesanato local. 

Se você é uma pessoa que curte discutir a história do Brasil, os processos que o país está tomando em relação à política, certamente este mercado de Recife é o lugar ideal.

Fique atento ao  horário de funcionamento, que é de segunda a sábado, das 6 horas às 18 horas, e aos domingos, das 6 horas até meio-dia. 

4. Mercado da Madalena

mercado madalena, recife
Foto de: visit.recife.br

Construído em um local economicamente ativo por conta da zona açucareira na época, o Mercado da Madalena teve seu início de edificação datado em 6 de fevereiro de 1925. 

Inicialmente, houve uma maior aglomeração no período noturno com a presença de boêmios que buscavam um bom lugar para encontros. Hoje, o local continua bastante frequentado pelo público geral. 

Vale a pena saborear, no Espaço Gastronômico, o cuscuz com bode guisado, a galinha cabidela e o sarapatel. Essas são comidas típicas que vão remontar a história de Recife e as diferentes culturas que existem dentro do Brasil.

O mercado está aberto de segunda a sábado, das 6 horas às 18 horas, e aos domingos, das 6 horas até meio-dia

Lugares para aproveitar em Recife

lugares para aproveitar em recife

Muito provavelmente você marcou sua viagem para a capital pernambucana, mas não colocou apenas os mercados de Recife como lugares para se visitar. 

A cidade é repleta de pontos turísticos que você deve listar e tirar algumas horas do dia para conhecer. Praias, restaurantes e até museus entram nessa jornada, que você pode aproveitar enquanto conhece a região.

Por isso, veja o que não pode faltar no seu roteiro além dos mercados de Recife:

Praias

Em primeiro lugar temos as praias da cidade. Além de terem águas quentes, o que atrai muitos turistas que não estão acostumados a nadar, a cor azul-céu encanta qualquer pessoa e transforma o visual de toda a cidade. 

Algumas dessas são mais famosas, como a de Boa Viagem e a Praia da Pina. Porém, se você estiver disposto a ir a outras cidades do estado, aposte em Porto de Galinhas e Praia dos Carneiros.

É importante ressaltar que as praias da capital são muito faladas pela quantidade de tubarões. Por isso, preste sempre atenção aos avisos dos salva-vidas quando houver algum risco.

Restaurantes

Que tal sair da comida dos mercados de Recife e ir a outros restaurantes famosos da cidade? O que não falta na capital pernambucana são locais para desfrutar a comida típica da região, além de restaurantes mais comuns.

Se você quer comer aquela deliciosa carne seca, bode cozido ou outros pratos servidos na cidade, aproveite para conhecer o restaurante Entre Amigos e Bode. O Bode do Nô também é uma opção muito bem avaliada pelos turistas.

Se você quer algo mais comum, vá ao famoso Coco Bambu, que tem unidade na capital Recife. 

Museus

Por fim, não deixe de conhecer a fundo a história da cidade de Recife. Existem muitos museus espalhados pela região, que você pode visitar em um ou mais dias de viagem. 

Separamos alguns que não podem faltar na sua lista, que são o Museu do Cais do Sertão e o Instituto Ricardo Brennand.

O primeiro remonta boa parte da história da região nordestina, inclusive sobre como a cidade de Recife surgiu e ganhou as proporções que tem hoje. Já o Instituto guarda relíquias encontradas no Brasil e na própria capital pernambucana.

São dois destinos imperdíveis, que devem entrar na sua lista de viagem.

reserva foco aluguel de carros

Embora os mercados de Recife sejam destinos imperdíveis para conhecer na capital, você deve também colocar outros pontos turísticos no seu roteiro.

Faça uma mistura de museus, dos mercados que selecionamos, de praias e até mesmo restaurantes mais famosos. Assim você desfruta de tudo um pouco e conhece tudo que a região pode oferecer.

Se você curtiu o assunto e quer saber mais sobre lugares para se conhecer, continue no blog da Foco Aluguel de Carros

Posts relacionados: