BLOG

14 de Outubro por Vitor Alves

Placa Mercosul: entenda como funciona, seu valor e outras informações

Placa Mercosul: entenda como funciona, seu valor e outras informações

Há cerca de 2 anos já estão circulando pelo Brasil a placa Mercosul, que possui um código QR projetado para aumentar a segurança do usuário e reduzir as chances de clonagem.

Entre as suas vantagens, a nova tecnologia auxilia a polícia no combate aos crimes de fraude, roubo e furto. Elas também são capazes de ajudar empresas de aluguel de carros no cadastramento de seus veículos.

A troca de placa tem o objetivo de aumentar a segurança pública e melhorar a vida dos usuários do transporte público.

Quer entender como funciona a placa Mercosul? Continue a leitura e tire todas suas dúvidas.

aluguel de carros

O que é uma placa Mercosul?

A placa Mercosul surgiu por meio de um acordo assinado em 2010, com Brasil, Uruguai e Paraguai para avançar na criação de uma placa unificada para todo o Mercosul, o que incluiria, também, a Argentina e a Venezuela .

Foi acordado que entraria em vigor em 2014 para veículos de carga e em 2016 para todos os automóveis. A Argentina iniciou a utilização do novo modelo ainda em 2016.

Aqui no Brasil, a nova placa demorou um pouco mais para começar a ser adotada. Só em 2018 o Departamento Nacional de Trânsito deu início a sua instalação e começou a ser utilizada, inicialmente, no estado do Rio de Janeiro.

Vale lembrar que foi descartada a possibilidade de ampliar as patentes atuais para quatro letras, para evitar o aumento da rejeição de combinações com palavras de mau gosto.

A combinação invertida (três números, três letras) também não pode ser utilizada, pois está reservada para motos. 

Como funcionam as placas Mercosul?

Ao contrário das placas tradicionais no Brasil, que são cinzas, três letras e com quatro números, as novas placas Mercosul são azuis e brancas, com quatro letras e três números.

Também possuem um código que mostra o nome do fornecedor, bem como a data e o modelo de fabricação.

As placas Mercosul também podem ser rastreadas por meio de um aplicativo, lançado pela Direção Nacional de Trânsito.

Inicialmente, vieram com o código QR, embora já incluíssem outros elementos de segurança que devem ser ativados posteriormente, como o chip de dados variável.

A adoção da nova placa não é obrigatória, por enquanto. Exceto para veículos novos, pendentes de matrícula, em processo de transferência de titularidade, mudança de endereço ou categoria. 

No entanto, quem quiser pode agora mudar voluntariamente para o novo padrão.

O novo modelo conta com sete caracteres, entre letras e números, além da identificação do país de origem, com nome e bandeira.

Tem um só tamanho, traz consigo a insígnia do Mercosul e medidas de segurança para evitar cópias.

Será mais longa que as placas antigas: terá 400 mm de comprimento, por 130 mm de altura, semelhante ao tamanho da usada atualmente pelos veículos da União Europeia. A combinação, com mudança de design, também será aplicada em motos.

O desenho da nova placa Mercosul permitirá 450 milhões de combinações. A frota atual dos cinco países do bloco é de 110 milhões de veículos. Só pra se ter uma ideia, 280 milhões de pessoas vivem em todo o Mercosul.

Junto com a placa, os cinco países apresentaram um novo Sistema de Consulta Regional, para troca de informações sobre os seguintes dados:

  • Proprietário do veículo;
  • Identificação da patente;
  • Marca;
  • Modelo;
  • Tipo de veículo;
  • Número do chassi;
  • Ano de fabricação;
  • Endereço de depósito;
  • Histórico de reclamações de roubo.

Qual letra substitui o número na placa Mercosul?

A combinação de letras na placa Mercosul utilizada no Brasil é AAA 0A 00. A correlação de números e letras é diferente, embora a quantidade de cada um deles seja igual e, portanto, a disponibilidade total do sistema, de 456.976.000 possibilidades.

Veja qual letra substitui o número na nova placa Mercosul: 

  • O número 0 agora passa a ser A;
  • O número 1 agora passa a ser B;
  • O número 2 agora passa a ser C;
  • O número 3 agora passa a ser D;
  • O número 4 agora passa a ser E;
  • O número 5 agora passa a ser F; 
  • O número 6 agora passa a ser G;
  • O número 7 agora passa a ser H;
  • O número 8 agora passa a ser I;
  • O número 9 agora passa a ser J.

A duração de cada letra está logicamente atrelada ao ritmo do momento do mercado automotivo. A letra E, por exemplo, durou quase três anos (entre 2002 e 2005), mas L, M e N duraram menos de um ano cada.

As placas anteriores possuíam um padrão de 3 letras e 4 números. A faixa preta com o nome da cidade foi trocada por uma faixa azul e o fundo branco.

Em relação às cores das letras, elas mudam de acordo com a finalidade do automóvel:

  • Placa de automóveis particulares: letra preta;
  • Placa de automóveis oficiais: letra azul;
  • Placa de automóveis comerciais: letra vermelha;
  • Placa de automóveis diplomáticos: letra dourada;
  • Placa de automóveis de colecionadores: letra cinza;
  • Placa de automóveis de teste de fabricantes ou de empresas relacionadas: letra verde. 

Qual o preço da placa Mercosul?

Não há um valor da placa Mercosul exato. Embora todo o processo tenha sido permeado por leis, a estampadora autorizada pode colocar o preço que considerar conveniente. O Detran faz apenas o registro da placa e emite os documentos. 

Em São Paulo, por exemplo, os preços variam de R$100 a R$200 para emplacamento de carros e de R$50 a R$100 para emplacamento de motos. 

De acordo com o próprio Detran, o Departamento deve fiscalizar os valores cobrados, para que não haja preços abusivos e prática ilícita no mercado.  

Para adquirir a placa Mercosul você deve seguir os seguintes passos: 

  • Acesse o site do Detran do seu estado e solicite a emissão de novos ATPV-e/CRV e CRLV;
  • Leve seu veículo para a vistoria automotiva, para liberar a documentação;
  • Ainda no site do Detran estadual, confira a lista de empresas emplacadoras cadastradas;
  • Contate a estampadora, contrate o serviço e pague o valor cobrado.

Carros com placa Mercosul no Brasil

Como vimos acima, a implantação da nova placa Mercosul no país começou em 2018 e é obrigatória em diversas ocasiões, como em veículos novos. 

A mudança vem acontecendo aos poucos, trazendo, com a nova tecnologia, menos riscos de crimes de fraude, roubo e furto, aumentando assim, a  segurança pública. 

aluguel de carros

Aqui na Foco, por exemplo, há veículos novos, que já possuem a placa Mercosul. Conheça nossa frota de carros e escolha o carro que se encaixe no seu perfil.

Posts relacionados: